Imprimir

Laboratório de Engenharia Mecânica recebe novo equipamento

Banco de Ensaios doados pela Busa à FFCL faz montagem e simulação de circuitos hidráulicos e pneumáticos.

banner maq lab engO Laboratório do curso de Engenharia Mecânica da FFCL (Faculdade de Filosofia ,Ciências e Letras) da Fundação Educacional de Ituverava recebeu mais um equipamento moderno com a fi nalidade de agregar conhecimento ao curso, aliando os ensinamentos de salas de aulas com a prática.

A instituição de ensino foi agraciada com mais uma doação da empresa Busa. Na terça-feira, dia 13 de agosto, a Faculdade recebeu o instrutor técnico José Lerim da empresa Parker, fornecedor do equipamento instalado no campus I da Fundação Educacional de Ituverava, entidade mantenedora da FFCL, onde está montado o laboratório dos cursos das engenharias. A visita teve a finalidade de fazer a entrega técnica do equipamento contando com estudantes do curso.

Também prestigiaram a presença do representante da multinacional, o diretor da FFCL, professor Doutor Antônio Luiz de Oliveira “Toca”, o diretor executivo da Fundação Roberto Inácio Barbosa, vice-diretor executivo Antônio Gonçalves Delgado e o conselheiro Luiz Carlos Rodrigues “Busa”. “Esse equipamento é um Banco de Ensaios que faz montagem e simulação de circuitos hidráulicos e pneumáticos que são utilizados em máquinas de modo geral tanto em Indústria como nas linhas de agricultura entre outras áreas”, explicou Lerin.

Ele informou que a utilização do equipamento integra a grade de disciplinas do curso de Engenharia Mecânica, já tendo instalado não somente em instituições de ensino de todo o Brasil como da América Latina. “Além do Brasil, fornecemos vários bancos de ensaios para Argentina, Chile, Guatemala, Colômbia, Bolívia e todo mercado desta parte de treinamento em todo Brasil, em faculdades particulares, públicas e Senai”, lembrou.

Lerin lembrou que a Parker é a líder mundial em tecnologias de movimento e controle, oferecendo soluções técnicas precisas para uma grande variedade de mercados comerciais, automotivos, industriais e aeroespaciais. “É uma empresa americana com 105 anos, líder mundial na parte de desenvolvimento de componentes de movimento de controle hidráulica e pneumática, filtros conexões de mangueiras, vedações, irrigador de nitrogênio, enfim com uma gama nesta área de automação, produtos de componentes, ela não faz máquinas, faz componentes para construção de máquinas para movimentos e controles”, esclareceu.

No Brasil são cinco fábricas, sendo quatro no estado de São Paulo e uma no Rio Grande do Sul. “De forma que o aluno que tiver contato com este equipamento encontrará facilmente no mercado de trabalho e já estará treinado por ter vivenciado durante o curso as suas funções e benefícios”, salientou.

O diretor da FFCL agradeceu a presença do técnico e também a empresa Busa por mais uma doação ao curso. “Temos a preocupação de formar o profissional capacitado para enfrentar o mercado de trabalho e o contato com equipamento modernos proporciona aos nossos formandos o diferencial de aliar a teoria com a prática”, destacou o diretor. “Mais uma vez agradecemos à empresa Busa, através de seu diretor Luiz Carlos Rodrigues, profi ssional formado pela primeira turma da Engenharia Mecânica da FFCL e sempre preocupado com a qualidade do ensino e consequentemente com a
melhor formação dos estudantes”, reconheceu Toca.

Fonte: Jornal O Progresso de Ituverava

Imprimir

Alunos relatam experiências ao participarem do Projeto Rondon

banner projeto rondom 2A reportagem do Jornal O Progresso entrou em contato com alguns dos alunos que participaram do Projeto Rondon, representando a FFCL (Faculdade de Filosofi a Ciências Letras de Ituverava). Leia os depoimentos no quadro abaixo.

O Projeto Rondon, sob coordenação do Ministério da Defesa, é conduzido em estreita parceria com o Ministério da Educação, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, o Ministério da Saúde, o Ministério do Meio Ambiente, o Ministério da Integração Nacional, o Ministério do Esporte e a Secretaria de Governo da Presidência da República.


É uma ação interministerial do Governo Federal realizada em coordenação com os Governos Estadual e Municipal que, em parceria com as Instituições de Ensino Superior, reconhecidas pelo Ministério da Educação, visa somar esforços com as lideranças comunitárias e com a população, a fi m de contribuir com o desenvolvimento local sustentável e na construção e promoção da cidadania. O Projeto Rondon prioriza, assim, desenvolver ações que tragam benefícios permanentes para as comunidades, principalmente as relacionadas com, melhoria do bem-estar social e a capacitação da gestão pública.

Busca, ainda, consolidar no estudante universitário brasileiro o sentido de responsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, contribuindo na sua formação acadêmica e proporcionando-lhe o conhecimento da realidade brasileira.

Objetivos gerais são contribuir para o desenvolvimento e o fortalecimento da cidadania do estudante universitário; contribuir com o desenvolvimento sustentável, o bem-estar social e a qualidade de vida nas comunidades carentes, usando as habilidades universitárias. Enquanto que objetivos específicos são: Proporcionar ao estudante universitário conhecimento de aspectos peculiares da realidade brasileira; contribuir com o fortalecimento das políticas públicas, atendendo às necessidades específi cas das comunidades selecionadas; desenvolver no estudante universitário sentimentos de responsabilidade social, espírito crítico e patriotismo e contribuir para o intercâmbio de conhecimentos entre as instituições de ensino superior, governos locais e lideranças comunitárias.

Suas regiões prioritárias de atuação são aquelas que apresentam baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e exclusão social, bem como áreas isoladas do território nacional que necessitem de maior aporte de bens e serviços. Por essa razão, a Diretriz Estratégica do Projeto Rondon prioriza as regiões norte e nordeste do país.

História A ideia de levar a juventude universitária a conhecer a realidade brasileira e a participar do processo de
desenvolvimento surgiu em 1966, durante uma reunião realizada no Rio de Janeiro, com a participação de universidades do então Estado da Guanabara, do Ministério da Educação e Cultural e de especialistas em educação.

O Projeto Rondon foi semeado em 11 de julho de 1967, quando uma equipe formada por 30 universitários e dois professores de universidades do antigo Estado da Guanabara, conheceram de perto a realidade amazônica no então território federal de Rondônia. A primeira missão teve a duração de 28 dias.

As operações do Projeto Rondon são realizadas em janeiro e julho de cada ano, durante o período de férias escolares. Os convites (edital) são divulgados no site www.projetorondon.defesa.gov.br, normalmente, nos meses de março e agosto.

Fonte: Jornal O Progresso de Ituverava

Imprimir

Agora é possível emitir 2ª via de boleto pela internet.

banner-boleto

Prezado aluno ou responsável, agora é possível emitir 2ª via de boletos de mensalidade pela internet (Site do Santander), inclusive boleto vencido com data e valor reajustados. Para gerar a 2ª via de um boleto acesse o link a seguir e preencha o formulário conforme instruções da página.

https://www.santander.com.br/br/resolva-on-line/emissao-de-2-via-de-boleto-de-cobranca

Imprimir

Alunos e professores da FFCL participaram do Projeto Rondon no Acre

banner projeto rondom 1No mês de julho, oito alunos e dois professores da FFCL (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras) de Ituverava participaram da Operação Vale do Acre do Projeto Rondon, realizando oficinas e atividades recreativas no município de Epitaciolândia/AC. No total 250 rondonianas de 25 instituições de todo o Brasil participaram da Operação Vale do Acre em 12 municípios do estado. Em Epitaciolândia as ações foram realizadas pela FFCL e a Universidade de Rio Verde (UNIRV), de Goiás.

Estiveram representando a faculdade de Ituverava, os professores Reinaldo Igarashi e Saulo de Rodrigues e os alunos Bruno Goulart, Lais Cintra, Maurício Nolêto, Natália Ambrósio, Samara Ramos, Silmara dos Santos e Wesley Pereira. “Trata-se do segundo ano consecutivo que a FFCL participa do Projeto Rondon. Em 2018 a instituição participou da Operação Palmares em Alagoas”, informou o professor Igarashi.

O Projeto Rondon, sob coordenação do Ministério da Defesa, é conduzido em parceria com as Instituições de Ensino Superior com objetivo de contribuir com o desenvolvimento local sustentável e na construção e promoção da cidadania em cidades com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Leia na página ao lado depoimentos
de alunos da FFCL que participaram do projeto

Fonte: Jornal O Progresso de Ituverava

 

Imprimir

RESULTADO - Processo de Seleção de Docentes 2018/1

Processo de Seleção de Docentes para o preenchimento de vagas para docentes da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ituverava- SP. As inscrições serão recebidas no período de 26 de dezembro de 2017 a 20 de janeiro de 2018.

Todas as informações constam no Edital

 

EDITAL


INSCRIÇÕES ENCERRADAS


TEMA: Máquinas Térmicas


HORÁRIOS DAS ENTREVISTAS DOS CANDIDATOS PRÉ-SELECIONADOS

Data: 26/01/2018

Alan Barbosa: 9:00 h

Fernanda Rosa Diamantino:  9:45 h

Márcio Roberto Jesus de Carvalho: 10:25 h

Leandro Fernandes: 11:05 h

Raul Sebastião Figueiredo: 11:55 h 



29/01/2018 - RESULTADO

Imprimir

Fundação Educacional recebe gerente da UPL

Visitou a Fundação Educacional de Ituverava na manhã de terça-feira, dia 30 de abril, o gerente de Operações Industriais da UPL, unidade de Ituverava, Fernando Dorico Correia.

banner-gerente-uplEle foi recebido pelo presidente da entidade, Pedro César Galassi; diretor-executivo – Roberto Inácio Barbosa, vice-diretor executivo – Antônio Gonçalves Delgado; tesoureiro Seandro Duarte Esteve; diretor da FFCL (Faculdade de Filosofia Ciências e Letras) – Antônio Luís de Oliveira “Toca” e pelo conselheiro Vicente Paulo Vieira, que também é presidente da ACII (Associação Comercial e Industrial de Ituverava).

Na oportunidade, ficou definido que a FE, através de suas instituições de ensino superior Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFLC) e Faculdade Doutor Francisco Maeda (Fafram) e ACII promoverão ações de capacitações para que as empresas se enquadrem e possam ser possíveis fornecedores e prestadores de serviços para a UPL, que é um das maiores geradoras de empregos diretos na cidade.

Parceria
Também foram tratados outros assuntos, como a possibilidade de firmar parceria para encaminhamento de alunos dos cursos da FE para estágio na empresa. O presidente da FE afirmou que foi produtiva a visita do gerente da importante empresa instalada na cidade, na instituição, mantenedora da FFCL, Fafram, Fajob (Faculdade São Joaquim da Barra), Colégio Nossa Senhora do Carmo “COC” e Colégio Liceu Van Gogh “Anglo”.

“Agradeço a visita do Fernando Dorico Correia, ocasião em que conheceu nossos projetos e nossa estrutura”, afirma Pedro Galassi.

“Como a FE e a parceira ACII buscam sempre melhorias para a cidade, vamos iniciar um projeto de qualificação de empresas do município para que possam se enquadrar nas normas para prestar e vender serviços para a UPL”, adiantou o presidente da FE.

“Esperamos que este encontro possa converter em empregos indiretos da cidade, além das centenas que colaboradores que já tem pois, creio que Ituverava é privilegiada por contar com uma empresa deste porte”, destaca.

“É uma grande empresa e muitos desejam oferecer seus produtos e serviços, no entanto, não estão totalmente aptos, por isso acreditamos que o empresário que se enquadrar nas normas da UPL poderá prosperar”, afirma o presidente da ACII, Vicente Vieira.

Fernando Dorico Correia conheceu os trabalhos desenvolvidos por alunos dos cursos de Engenharia e o projeto de incubadora de empresas que será implantado em breve, através dos cursos de Ciências Contábeis e Administração de Empresas em parceria com Supera de Ribeirão Preto.

Prioridade

“A UPL é uma empresa que sempre prioriza a contratação de empresas da cidade, valorizando o capital econômico local. Contudo, algumas vezes faltam qualificações específicas para empresas locais prestarem serviços para nós, como: normas para trabalho em altura, espaços confinados, licenciamentos, entre outros”, observa o gerente.

“Por essas razões, a empresa é forçada a buscar o recurso em outras cidades. É de grande valor o interesse da FE em desenvolver as empresas locais e, como consequência, gerar mais riqueza e empregos para a cidade”, destaca Fernando.

“Também foi muito interessante conhecer os projetos desenvolvidos pelos alunos da FFCL que, com certeza, serão grandes profissionais”, observou o gerente da UPL.

UPL é líder global na cadeia e produção de alimentos

A nova UPL é líder na cadeia de produção de alimentos global e, com a aquisição da Arysta LifeScience, torna-se uma das cinco maiores empresas de soluções agrícolas do mundo.

Com receita de aproximadamente US$ 5 bilhões, a nova UPL está presente em 76 países, com vendas para mais de 130. A empresa conta com mais de 10.800 pessoas em todo mundo.

Com acesso ao mercado global para a cadeia de alimentos e focada em regiões de alto crescimento mundialmente, nosso objetivo é transformar a agricultura através do propósito OpenAg, uma rede agrícola aberta que alimenta um crescimento sustentável para todos.

A nova UPL oferece um portfólio integrado de soluções agrícolas patenteadas e pós-patente para diversas culturas, incluindo produtos para proteção de cultivos, soluções biológicas e tratamentos de semente para toda cadeia. Para mais informações sobre a nova UPL, visite: www.uplonline.com

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Alunos da FFCL disputam "1º Campeonato interclasse de Futsal"

banner futsal ffcl 2017

Desde o último sábado, 18 de novembro, está sendo realizado no Centro Poliesportivo "Alexandre Miguel Bueno", da Fundação Educacional de Ituverava, o “1ª Campeonato Interclasse de Futsal da FFCL”, promovido pelo Diretório Acadêmico do curso de Administração e de Ciências Contábeis da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL).

Participam alunos de alguns cursos da instituição de ensino superior, que é mantida pela Fundação Educacional de Ituverava. Os jogos estão sendo disputados aos sábados, a partir das 14h, com entrada franca. A semifinal e a decisão do campeonato, estão previstas para o próximo final de semana, no dia 2 de dezembro.

Segundo os organizadores, um dos principais objetivos da competição consiste em promover a socialização e interação entre os alunos. “Com essa iniciativa, buscamos fazer com que alunos de vários cursos, possam se conhecer de forma complementar a sua vida acadêmica, através de uma atividade física”, destaca.

Equipes
Estão inscritas seis equipes, que reúnem aproximadamente 40 alunos, divididas em dois grupos: Administração – 2º ano, Técnico em Segurança do Trabalho, Engenharia Mecânica – 2º ano, Engenharia Mecânica - 4º ano, Ciências Contábeis e Engenharia Civil – 2º ano.

Abrindo a competição, no último sábado, 18, a equipe da Engenharia Civil superou o Ciências Contábeis, vencendo por 6 a 3. Na sequência, a equipe da Engenharia Mecânica não deu chances Técnico em Segurança do Trabalho e venceu por 7 a 2. E fechando a rodada, a equipe da Administração levou a melhor, ao aplicar a goleada de 15 a 5 sobre a Engenharia Civil.

Segunda Rodada

Neste sábado, 25 de novembro, mais uma rodada promete movimentar o “1ª Campeonato Interclasse de Futsal da FFCL”. A partir das 14h15, entram em campo as equipes Técnico em Segurança do Trabalho e Engenharia Mecânica – 4º ano. Em seguida, às 15h20, Ciências Contábeis vai enfrentar a Administração.

Na última partida da tarde, às 16h20, as Engenharia Mecânica – 4 º ano e Engenharia Mecânica – 2º ano se enfrentam em mais um duelo.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Veja Também

Prev Next